13 de maio de 2021

5 dicas para comprar um som automotivo

Muitas pessoas que têm carro também gostam de escutar músicas enquanto dirigem ou usam o som em festas e eventos. Os usuários sempre prezam a potência e a qualidade do aparelho . A oferta nesse campo é grande e pode confundir mesmo os mais entendidos.

Na hora da compra, o que deve ser priorizado: o preço, a qualidade, o custo-benefício ? Veja a seguir 5 dicas para comprar um som automotivo e não se arrepender!

1. Pesquise antes de fazer sua escolha

Não faça compras precipitadamente . Uma boa pesquisa ajuda a escolher lojas confiáveis, que realmente vendem produtos de qualidade, fazem entregas no prazo e oferecem boas condições de pagamento.

A pesquisa também envolve o produto em si, pois você pode procurar o som que mais se encaixa em suas necessidades e ao perfil de seu carro.

2. Considere a potência do som automotivo

A potência, sem dúvida, é um critério muito importante na hora de escolher o produto. Lembre-se de que, quanto maior for a potência, maior será o volume do equipamento . Assim, se você pretende comprar um som automotivo para usar em festas ou competições, uma potência maior talvez seja a melhor escolha .

Mas uma potência maior também implica na melhor qualidade do áudio, independentemente se você vai usar o aparelho em festas ou somente para se entreter enquanto guia seu auto pelas estradas .

A potência que deve ser considerada é a RMS, pois ela revela o valor efetivo que o som alcança. Não é somente o volume de pico, como acontece com a PMPO, que é considerada por muitos consumidores como somente uma estratégia de marketing .

3. Analise as especificações técnicas

Outra dica para comprar um bom som automotivo é analisando as especificações técnicas . Depois de conhecer todas, você pode avaliar qual o equipamento que mais preenche suas necessidades.

Ainda que sua intenção seja comprar um aparelho somente para ouvir músicas em som ambiente, ele deve ser de boa qualidade, com áudio sem ruídos e alto-falantes com boa potência.

No caso de usar o som para competições, então é importante considerar opções como Módulos, Woofer e Subwoofer.

4. Avalie os tipos de mídias suportadas

Há diferentes tipos de aparelhos: com entrada para pendrive, CD, DVD e/ou acesso bluetooth.

As músicas tocadas nos aparelhos automotivos geralmente estão no formato MP3, mas ele pode suportar outros formatos. Existem muitos formatos de áudios e talvez seja mais prático comprar um equipamento que aceite formatos variados.

5. Leve em conta o custo-benefício

Um preço baixo realmente é um diferencial e tanto. Mas nem sempre compensa comprar um produto barato demais. Se a propaganda fala de um equipamento cheio de recursos e de qualidade muito elevada e o preço está muito abaixo da média, pode ser uma propaganda enganosa — estão tentando “vender gato por lebre”.

Priorize sempre o custo-benefício, ou seja, as vantagens que o produto oferece mesmo que isso signifique desembolsar mais dinheiro. Um provérbio muito correto é o que diz que “o barato pode sair caro”. Assim, você pode comprar um som automotivo por um preço muito baixo e, em pouco tempo, ele precisar de conserto ou, então, não cumprir o que promete.

A manutenção pode sair mais cara que comprar um aparelho realmente de boa qualidade, mesmo que custe mais caro. Pense nessas dicas quando for comprar seu som automotivo. Assim, você não terá dores de cabeça depois!