3 de março de 2020

6 dicas para o motor do seu carro durar mais

1- Dirija com suavidade

Ao dirigir de forma mais leve você evita desgastes precoces e economiza combustível. Acelerar de maneira brusca é um dos hábitos que mais afeta o motor. Somado ao fato do carro atingir temperaturas mais altas nas grandes cidades, essa ação irá prejudicar ainda mais a saúde do automóvel, sobrecarregando o sistema de arrefecimento, juntas e correias.

Então, evite sair rápido em qualquer arrancada. Acionar os freios bruscamente com o carro em alta velocidade também será bastante danoso para o motor. Se o carro for novo, nos primeiros 1.000 quilômetros é recomendável que você mantenha a rotação baixa. Não antecipe muito a troca de marchas e varie a velocidade, fazendo acelerações progressivas.

Alguns motoristas têm o hábito de ligar o motor do carro antes de sair para já ir aquecendo, porém, isto não é necessário. Basta apenas iniciar com suavidade até o motor atingir a temperatura ideal, mas, em qualquer momento, é importante manter a calma e evitar sair rápido em qualquer arrancada.

2- Não ande em baixa rotação

Depois dos 1.000 quilômetros não ande mais em baixa rotação. Se você está a 80km/h, por exemplo, na quarta ou quinta marcha, e de repente cair para 40km/h, permanecer na mesma marcha irá forçar o motor. A maioria dos carros possui conta-giros com uma faixa vermelha chamada limite de corte, que não deve ser ultrapassado. Atingir este nível representa perigo extremo de dano, podendo ocorrer quebra de uma biela, por exemplo.

3- Troque sempre os filtros

Não economize nos filtros de ar e de óleo, troque sempre, e não alternadamente como muitos fazem. Não vale a pena economizar em um item tão barato que pode prejudicar o motor, que representa grande parte do valor de um automóvel. Muitos problemas são causados ​​por filtros de ar defeituosos ou pelo desgaste causado por eles.

4- Coloque óleo de qualidade

Não ultrapasse a vida útil do óleo, pois após sua validade este perde a capacidade de lubrificar, provocando desgastes. Na hora de trocar o óleo, não economize também, pois o prejuízo posterior pode ser bem maior. Escolha produtos de qualidade e do tipo recomendado pelo fabricante do veículo. Siga o manual e antecipe trocas do fluido se você rodar por muito tempo em áreas poluídas ou com muito trânsito.

5- Revise suas velas de ignição

As velas de ignição desgastam com o tempo, durando normalmente cerca de 50 mil km. Seu desgaste pode acontecer antes e é sinalizado por uma diminuição na performance do motor.

6- Troque os cintos de serpentina

Verifique cuidadosamente suas correias de serpentina e se estão desgastadas. Caso esses cintos venham a falhar, podem causar danos aos outros dispositivos elevando muito o custo do reparo. É recomendada a troca a cada 100mil km, mas sempre verifique o manual do seu carro.

Visibilidade perfeita através dos vidros do para-brisa

Além dos cuidados com o motor, o motorista tem que ter uma visão perfeita da via através dos vidros do para-brisas para evitar acidentes. Para-brisas sujos geram desconforto e riscos de acidentes. Limpe-os com frequência, sempre que necessário, pois o acúmulo de resíduos pode deteriorar a qualidade do vidro. Os limpadores também precisam estar em dia, já que, além de não funcionarem adequadamente na hora da chuva, também prejudicando a visibilidade, se estiverem desgastados podem riscar o vidro do para-brisa. E se os vidros de seu para-brisa já estiverem danificados, troque-os por vidros originais fabricados dentro dos mesmos padrões das fabricantes dos automóveis.