31 de agosto de 2020

Limpador de para-brisa: quando é hora de trocar as palhetas?

Saber a hora certa de trocar as palhetas do limpador de para-brisa é ter mais segurança em períodos de chuva.

Época de chuvas. Alegria para alguns, transtornos para outros. Mas, para todos os motoristas, é tempo de cuidado redobrado. É neste período em que os limpadores de para-brisa são mais utilizados. Para que eles garantam uma visibilidade segura para transitar na chuva, é necessário que as palhetas estejam em boas condições. A recomendação é: troque as palhetas do limpador de para-brisa pelo menos uma vez por ano. O ideal é fazer a troca antes do período de chuvas. 

Por que trocar a palheta do limpador de para-brisa?

Pode parecer estranho, mas o maior problema para as palhetas não é ter uso intenso durante chuvas, mas sim o ressecamento em dias de sol. O calor e a forte incidência de raios UV afetam a composição da borracha e diminuem a durabilidade da palheta. Esse ressecamento, aliado ao desgaste natural do tempo, dificulta o funcionamento de todo o limpador de para-brisa. Em resumo: a visibilidade será prejudicada em dias de chuva. Por isso, a troca deve ser feita. É uma questão de segurança.

Como identificar a hora da troca?

Como dissemos, o ideal é trocar as palhetas anualmente. Mas é preciso ficar atento para os sinais de ressecamento e desgaste, que tornam imediata a necessidade da substituição das palhetas do limpador de para-brisa. Os principais sinais de que a hora de trocar chegou são o vidro cheio de riscos e o excesso de barulho durante o funcionamento.

Faça a troca das palhetas na União Vidros e Som Automotivos.

Precauções

Alguns cuidados ajudam a evitar o desgaste prematuro da peça. 

– Não coloque detergente ou sabão comum na mistura no reservatório. Use apenas água, ou misture com detergentes específicos para essa função.

– Ao lavar o carro, a limpeza das palhetas de borracha deve ser realizada com um pano umedecido em água. Nada de querosene ou outros produtos químicos.